Marketing, para quê te quero?

   “Mas por que exatamente eu precisaria de uma pessoa de marketing se posso fazer isso por conta?”

Sempre lembro de um diretor de vendas me fazendo esta pergunta em uma entrevista e do desconforto momentâneo que senti. Afinal, eu tinha sido chamada para o processo de uma posição aberta em marketing, – “por que cargas d´água você tem a vaga então?”, pensei na hora, antes de elaborar uma resposta simpática. De lá para cá esse raio desta pergunta pauta tudo que se refere a minha carreira, antes de mais nada, sempre me pergunto “para que serviria o marketing neste contexto?”
Carminha
Créditos: Rede Globo

        Em termos práticos (e acadêmicos) é comum associar o marketing às áreas de propaganda e vendas. Não que não seja assim, um departamento de marketing, de fato, se ocupa destas questões, mas é algo bem mais amplo e com várias aplicações além do gerenciamento de campanhas. Isso porque o marketing tem como foco o consumidor/cliente e seu universo de necessidades. O mercado está cada vez mais preocupado em antecipar e satisfazer os desejos de seus clientes, e somos nós, os profissionais de marketing, que fazemos isso acontecer através de estudos sociais e de mercado que resultam em campanhas e estratégias de comunicação. Ok, no preto e branco está lindo, somos todos customer centered, mas no dia a dia, somos contratados para resolver questões pragmáticas de vendas, métricas, números e entregar resultados. A questão então não é para o que servimos, mas sim, o que e como fazemos para ter essa “serventia”.

       O comportamento do cliente muda bastante e com frequência, e as empresas precisam se adequar às novas exigências de cada perfil de consumidor de sua base de clientes e prospectos. Além de preço e agilidade no serviço, uma das questões importantes é o bom relacionamento entre as partes e o posicionamento da marca. Para isso, o profissional da área de marketing elabora e executa pesquisas de mercado de modo a entender o perfil do consumidor, e a partir disso traçar estratégias de comunicação e  relacionamento que resultem em vendas. Gerlamente as grandes corporações costumam contratar profissionais da área para elaborar projetos de fortalecimento da marca a médio e longo prazos, gerar pipeline e demandas de venda, além da entrega final de produtos e serviços ao mercado. Já as empresas de pequeno e médio portes costumam investir em ações mais imediatas como ativações sazonais, o que não quer dizer que não acabem por contratar um profissional de marketing para pensar em sua estratégia de longo prazo, se entenderem que é necessário.

A área atua de diferentes formas e um departamento pode ser composto por todas estas formas, algumas ou até nenhuma. Acreditem, é possível. Vamos colocar em tópicos:

  • Marketing Estratégico – Toda e qualquer atividade realizada antes da fabricação/entrega de um produto ou serviço, como: estudo de mercado, concepção do produto, design, etc.
  • Marketing Operacional – É o trabalho posterior à produção, como: elaboração de campanhas de comunicação, promoção, estratégias de venda, etc.
  • Marketing Digital – Tudo o que envolve a utilização da internet, mídias sociais e todos seus desdobramentos para estabelecer um relacionamento com o cliente e gerar demanda de vendas e desejos de compra.
  • Endomarketing – Versão corporativa do “em casa a gente conversa”, e é voltado para as ações internas, com o objetivo de melhorar o entendimento e engajamento dos colaboradores de todos os departamentos.
  • Marketing de Relacionamento – Ou hospitality para os mais íntimos, cuida da relação entre a empresa e seus clientes, criando e mantendo canais de comunicação e pós-venda, além de ativações voltadas à hospitalidade e engajamento destes clientes. Pode também ser estendido para as relações da empresa com seus fornecedores e parceiros.

      Além de tudo o que elenquei acima (e para não tornar este texto enfadonho), temos ainda, o marketing esportivo, marketing político, marketing social, marketing cultural, marketing antropológico, marketing de afiliados, neuromarketing e tantas outras possibilidades que podem surgir a partir da dinâmica social e de consumo. Quem dita as regras são os clientes e o mercado, e incorporar isso à estratégia de uma empresa é tarefa árdua e trabalhosa.

Feita toda essa divagação mental em segundos, pude percorrer em lembrança a trajetória de minha carreira e dos profssionais com quem trabalhei, me dei conta da real importância e validade muitas vezes não atribuídas à área, principalmente no marketing B2B e retomo para minha resposta simpática:

Fazer por conta não necessariamente é saber a coisa correta a executar, seja o como, onde, quando e para quem, e não saber isso, resulta em estar na 29ª posição do ranking em que você compete. Fazer qualquer um até faz, fazer o correto é para especialistas da área.

        Obviamente saí sem a vaga, mas com a certeza de que conhecimento e experiência são essenciais e adquirir skills e certificações, ou “selinhos” como gosto de chamar, fazem a diferença entre os perfis de profissionais diferenciando os bons dos medíocres, e é isso que pauta minha carreira desde um processo de seleção até a execução, cabe a nós escolhermos em que lado estar.

Carminha 2
Créditos: Rede Globo
Anúncios

3 Thoughts

    1. A empresa que ele representava estava na 29ª posição do ranking no segmento que eles competiam, era algo mais técnico, voltado para T.I. e no início tinham tomado a decisão de que vendas lideraria as iniciativas de comunicação e propaganda, já que eles tinham o conhecimento, foi quando soltei: fazer por conta não necessariamente é saber a coisa correta a executar, seja o como, onde, quando e para quem, e não saber isso, resulta em estar na 29ª posição do ranking em que você compete. Fazer qualquer um até faz, fazer o correto é para especialistas da área.

      Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.